Fabricação de brinquedo que feriu 10 é caseira, diz polícia

Portal Terra

CURITIBA - O brinquedo que deixou 10 pessoas feridas em um parque de diversões na cidade de Castro (PR) seria de fabricação caseira, segundo a Polícia Civil. O escrivão Fábio Alessandro Garcia Godói informou que o proprietário do 'kamikaze', cuja identidade foi mantida em sigilo, afirmou ter ele próprio construído o equipamento.

O escrivão afirmou que, até o início da tarde desta segunda-feira, não foi apresentado nenhum documento que comprove a aptidão para a construção do brinquedo. De acordo com os seis depoimentos colhidos até as 14h15, o 'kamikaze' nunca havia apresentado problemas.

O responsável pelo parque ainda não foi localizado para prestar esclarecimentos. Hoje, ainda devem ser ouvidas cinco ou seis pessoas, de acordo com Godói.

Às 14h15, o delegado responsável pelo caso, Getulio de Moraes, estava no local do acidente acompanhando os trabalhos da perícia. O 'kamikaze' faz giros de até 360º e, por alguns momentos, deixa quem está dentro da cabine de cabeça para baixo. O parque foi interditado.