Sem dados da Satiagraha, CPI quer reconvocar Daniel Dantas

Portal Terra

BRASÍLIA - Como não conseguiram o compartilhamento de informações dos dados da Operação Satiagraha, os deputados que compõem a CPI dos Grampos cogitam a possibilidade de convocar o banqueiro Daniel Dantas, sócio-fundador do Banco Opportunity, preso na operação, para novo depoimento.

Os membros da CPI estiveram em São Paulo no início da semana para tentar obter dados sigilosos da operação que se encontram na 6ª Vara Criminal da Justiça Federal. Mas o juiz Fausto De Sanctis, responsável pelo processo, se negou a repassar as informações para à comissão.

Diante disso, os deputados acreditam que novos depoimentos como o de Dantas serão necessários para a conclusão dos trabalhos da comissão. -São muitas informações contraditórias que não tivemos como checar - disse o deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP).

Já o deputado Raul Jungmann (PPS-PE) defende que o próprio De Sanctis seja convocado e retorne à CPI para explicar o motivo que o levou a negar o repasse das informações.

O requerimento para convocação do juiz pode ser votado ainda hoje, depois que os deputados encerrarem o depoimento do agente aposentado da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN) Francisco Ambrósio - que trabalhou na Satiagraha a pedido do delegado Protógenes Queiroz.