Dilma lembra apoio de Ciro no início do governo Lula

Portal Terra

FORTALEZA - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em visita ao Ceará nesta quinta-feira, afirmou que o deputado federal Ciro Gomes (PSB-CE) foi um dos principais apoiadores do primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ciro chefiou o Ministério da Integração Nacional durante dois anos, mas renunciou ao cargo para concorrer à vaga na Câmara. Hoje, é um dos nomes cotados para entrar na disputa pelo Palácio do Planalto, em 2010.

Dilma fez a declaração durante a inauguração dos trechos 2 e 3 do Eixão da Integração, projeto que visa garantir o abastecimento de água no Ceará e vai beneficiar cerca de quatro milhões de pessoas. A solenidade aconteceu no município de Pacajús.

Segundo a ministra, se hoje o governador Cid Gomes (PSB) - irmão de Ciro - está inaugurando a obra, parte dos méritos é do deputado federal. - Ele foi o responsável por uma das maiores obras estratégicas para o Nordeste - disse, referindo-se à interligação das bacias.

A petista afirmou que, numa conversa com Ciro enquanto estava a caminho de Pacajús, ouviu do paulista radicado no Ceará que a luta pela interligação tem cunho pessoal. - Ele me disse: 'senti na carne o que significa Fortaleza sofrer com a seca durante três anos. Me mobilizo porque, ao fazer isso, sirvo ao meu povo' - disse, referindo-se ao período em que o deputado foi governador do estado.

Em seguida, Dilma reiterou o peso de Ciro nos primeiros anos da administração de Lula, período em que, conforme ela, foram lançadas as bases de desenvolvimento do Nordeste em geração de emprego e renda e melhores condições de vida para a população. - Mas o governo federal não conseguiria fazer o PAC sem a participação dos governadores e prefeitos. Agora, temos um desafio pela frente - afirmou.