Senado vai começar a substituir terceirizados por concursados

Agência Brasil

BRASÍLIA - Depois de anunciar o corte do número de diretores da Casa, o Senado também deve começar um processo de substituição de servidores terceirizados por concursados. O primeiro-secretário da Casa, Heráclito Fortes (DEM-PI), disse que, em breve, 60 novos servidores concursados serão chamados. Mas descartou, por enquanto, a realização de novo concurso público.

A decisão foi tomada na reunião da Mesa Diretora. O enxugamento de terceirizados deve abranger, também, áreas como limpeza e conservação.

O Senado anunciou hoje que deve reduzir pela metade o número de 136 diretores da Casa. Heráclito se disse surpreso com o número, mas deixou claro que, por enquanto, eles continuam em suas funções para evitar a paralisia administrativa na Casa.

- Estamos tentando definir qual a função de cada diretor. Alguns estão no cargo em virtude de função gratificada, mas não exercem qualquer função de direção - comentou, ao condenar também os desvios de função no Senado.