Polícia Federal indicia Protógenes Queiroz por dois crimes

Portal Terra

SÃO PAULO - A Polícia Federal (PF) indiciou nesta terça-feira o delegado Protógenes Queiroz, mentor da Operação Satiagraha, que levou por duas vezes à prisão o banqueiro Daniel Dantas, do Opportunity, em 2008. Queiroz vai responder pelos crimes de quebra de sigilo funcional e violação da Lei de Interceptações, segundo o jornal O Estado de S. Paulo.

O delegado foi ouvido por duas horas pelo corregedor da PF, Amaro Ferreira. Protógenes teria sido responsável pelo vazamento de dados secretos da Satiagraha, o que, na avaliação da PF, caracteriza quebra do sigilo funcional.

A acusação de violação da Lei de Interceptações é fruto da suspeita de que Queiroz teria mobilizado 84 arapongas da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) para a Satiagraha e dado acesso irrestrito ao conteúdo de escutas e documentos contábeis.

O delegado também teria disponibilizado aos funcionários da Abin senhas de uso exclusivo de agentes da PF para acesso ao programa de grampos da Polícia Federal.