PM acha túnel que seria usado pelo PCC para fuga em massa

Portal Terra

SÃO PAULO - A Polícia Militar de São Paulo localizou um túnel, na noite desta terça-feira, na Penitenciária 1 de Avaré, que seria utilizado pela cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC) para uma fuga em massa. O presídio, de segurança máxima, já abrigou o homem considerado líder máximo da facção, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O túnel teria mais de 100 metros. Duas casas, uma delas com 15 beliches, teriam sido alugadas pela facção criminosa na cidade. Uma das casas usadas pelo grupo seria onde terminaria o túnel. De acordo com o Estado, um informante contou aos policiais que R$ 600 mil foram gastos na ação.

A investigação para desarticular o plano de fuga contou com o serviço de informações da Polícia Militar e da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP).