Droga entraria por portões laterais de aeroportos, diz PF

Portal Terra

SÃO PAULO - A Polícia Federal (PF) prendeu nesta terça-feira um empregado da Infraero e uma auditora da Receita Federal do Aeroporto Internacional de São Paulo (Cumbica), em Guarulhos, na Operação Carga Pesada. A PF acredita que eles integrem um esquema de facilitação do envio de drogas para o exterior. Parte dos carregamentos da droga, segundo a investigação, entraria pelos portões laterais dos aeroportos.

A operação teve início nesta manhã nas cidades de São Paulo, Guarulhos (SP), Campo Grande (MS) e Ponta Porã (MS), para cumprir 35 mandados de prisão e 35 de busca e apreensão. A quadrilha possui, segundo a PF, uma rede de influência em aeroportos que facilitava o envio de drogas para Inglaterra, Holanda, Portugal, África do Sul e outros países europeus e africanos.

Desde o início das investigações, em 2007, foram presas 26 pessoas, inclusive servidores públicos e policiais. Foram apreendidos, no mesmo período, 540 quilos de cocaína no Brasil e no exterior.