Escolas técnicas estimulam os jovens a ter uma profissão, diz Lula

Agência Brasil

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira que os investimentos no ensino técnico estimulam os jovens a ter uma profissão. Ao comentar a inauguração de três escolas profissionalizantes no Rio de Janeiro e quatro no Espírito Santo, na semana passada, ele reforçou que mais 92 unidades devem ser entregues até o final deste ano.

Durante participação no programa 'Café com o Presidente', o ministro da Educação, Fernando Haddad, lembrou que em 2009 é comemorado o centenário da Rede Federal de Educação Profissional. De 1909 até pouco antes do início do primeiro mandato de Lula, foram criadas 140 escolas técnicas. A expectativa do atual governo é, em oito anos, entregar 214. - Vamos fazer, em oito anos, uma vez e meia o que foi feito ao longo de praticamente 100 anos de história da rede federal - disse Haddad.

Para Lula, a expansão do ensino profissionalizante é uma forma de manter o jovem no interior, porque ele não precisará se deslocar para as capitais na tentativa de conseguir um diploma, além de contribuir para a qualificação da mão-de-obra. - Um jovem que entra em uma escola e aprende uma profissão tem possibilidade de ter um emprego em qualquer lugar do país - afirmou o presidente.