Menina de 6 anos é estuprada e morta em Minas

Portal Terra

TERRA - O corpo de uma menina de 6 anos que foi estuprada e morta será enterrado na noite deste domingo em Frutal, no Triângulo Mineiro. Um jovem de 17 anos e um homem de 26 anos são acusados pelo crime. De acordo com os agentes, eles vieram de Alagoas e estavam na cidade trabalhando no corte de cana-de-açúcar.

Segundo a Polícia Militar, os pais de Letícia Lima dos Santos registraram um boletim de ocorrência informando o desaparecimento da menina por volta das 10h de sábado. Equipes da polícia e do Corpo de Bombeiros começaram as buscas na região, ajudadas por moradores.

Por volta de 4h de domingo, José Edilson Marques da Costa, 26 anos, foi localizado. Ele teria confessado o crime e levado os policiais até onde a menina foi morta. O adolescente foi apreendido por volta das 6h.

O corpo da menina foi encontrado no banheiro de uma casa abandonada, no mesmo bairro em que vivia. Ela foi morta com duas facadas. A polícia acredita que o crime tenha acontecido por volta de 12h do sábado.

De acordo com o tenente Ivanildo Gomes dos Santos, da PM de Frutal, o crime chocou os policiais.

- O maior confessou que eles violentaram a criança e disseram para ela não contar para a mãe. Porém, a menina disse que ia contar sim e eles a mataram - contou.

Ainda segundo o militar, Costa teria confessado o crime com tranqüilidade.

- Ele contou tudo como foi, em detalhes, e ainda nos levou até o local. Eu tenho 17 anos de profissão e oito anos aqui na cidade. Já presenciei vários crimes bárbaros contra adultos, mas contra uma criança, da forma como foi, eu nunca vi - afirmou.

A família disse aos militares que os dois haviam sido vistos na vizinhança, mas que não eram conhecidos dos familiares. A mãe da menina ficou em estado de choque e precisou ser levada para o hospital.

Segundo a polícia, os suspeitos continuarão detidos na delegacia da cidade até a conclusão do inquérito. Os dois estão isolados dos outros presos. O adolescente está em cela especial.