PF investiga se esquema fraudulento atuou em governo de Roseana Sarney

Portal Terra

SÃO LUÍS - A Polícia Federal investiga se um suposto esquema que envolveria empresas da família Sarney teria atuado no Maranhão durante o governo de Roseana Sarney (PMDB-MA), entre 1998 e 2002. O grupo, que estaria envolvido em lavagem de dinheiro, fraude em licitação e desvio de recursos públicos, teria utilizado contatos indicados por José Sarney (PMDB-AP) para cargos públicos e vantagens e licitações. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Um das obras investigadas, o projeto de recuperação da Lagoa de Jansen, feito pela Proplan, é orçada em R$ 118 milhões. A PF pediu à Justiça para buscar documentos do filho do senador, o empresário Fernando Sarney, que prestaria contabilidade à empresa investigada.

Roseana Sarney, de acordo com o jornal, disse que que não poderia se manifestar sem ver documentos da PF e afirmou que as contas de seu governo foram aprovadas pela Justiça eleitoral.