Homem teve rosto arrancado com faca no Paraná

Portal Terra

PARANÁ - A Polícia Civil do Paraná localizou nesta sexta-feira o corpo de um homem que teve seu rosto arrancado com um corte de faca. Como a vítima também estava com os pés amarrados, uma corda no pescoço e apresentava vários hematomas, os investigadores trabalham com a hipótese de tortura.

O corpo do homem, que aparentemente tem entre 20 e 30 anos, foi encontrado por populares em um terreno baldio no bairro Orleans, em Curitiba, sem nenhum documento de identificação. Conforme a polícia, a vítima foi atingida por um tiro na cabeça e teve os globos oculares e a dentadura arrancados.

De acordo com a Delegacia de Homicídios, responsável por investigar o caso, o estado do corpo aponta que a vítima pode ter sido mutilada em uma série de torturas antes de morrer. "Começamos a investigar o caso ontem. Por isso, ainda temos poucas informações", informou uma investigadora.

O homem foi encaminhado ao Instituto Médico Legal de Curitiba (IML), onde peritos realizarão uma série de exames para descobrir a principal causa da morte. Até o início da tarde deste sábado, a vítima ainda não havia sido identificada. A Polícia Civil do Paraná ainda não tem pistas de suspeitos e motivos que poderiam ter levado ao crime.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais