Dilma garantiria uma disputa de alto nível em 2010, diz Aécio

Portal Terra

BELO HORIZONTE - Possível nome do PSDB à disputa pela Presidência da República em 2010, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, afirmou nesta sexta-feira que uma eventual candidatura da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), ao Palácio do Planalto, garantiria uma disputa de "alto nível" no pleito majoritário.

- Não tenho dúvida de que, se for candidata, é a garantia de uma campanha de altíssimo nível - disse o governador após se encontrar com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

- Sua presença na disputa eleitoral é positiva para a democracia - disse Aécio.

Aécio negou que a chefe da Casa Civil desperte medo em seus potenciais concorrentes e disse que a decisão de politizar o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) é positiva.

- Politizar o PAC é positivo para o Brasil. O PAC é mais que uma plataforma, é um instrumento de desenvolvimento regional - afirmou.

Para a corrida presidencial de 2010, o governador mineiro disse que o PSDB precisará estar unido em torno de um candidato, seja ele próprio ou o governador de São Paulo, José Serra.

- A disputa se dará em torno de propostas e idéias. Meu partido estará unido. Precisamos de um novo PSDB (...) que olhe para o futuro e que diga o que quer fazer no pós-lulismo - comentou.

Aécio Neves voltou a defender a realização de prévias entre os tucanos para a definição do candidato a presidente em 2010. - As prévias são instrumentos extremamente saudáveis. O governador Serra e eu estaremos juntos. O PSDB unido estará em condições de agregar novos atores e novos partidos - disse o governador.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais