MP apura furto de cavalos do casal Hernandes

Portal Terra

SÃO PAULO - O Ministério Público vai investigar o sumiço de cavalos do Haras Reobot, de propriedade dos fundadores da igreja Renascer, o casal Estevam e Sonia Hernandes. Os animais, quase 300, forma arrematados em leilões e chegaram a custar mais de R$ 300 mil, informou o jornal Estado de S. Paulo .

Segundo o MP, os animais estão desaparecendo aos poucos. O haras, avaliado em R$ 20 milhões, foi bloqueado pela justiça. O Grupo de Atuação Especial de Repressão à Formação de Cartel e à Lavagem de Dinheiro e de Recuperação de Ativos (Gedec) já pediu a venda dos bens, mas o pedido foi negado.

De acordo com os promotores, o local está em nome de familiares do casal e é mantido com recursos sem origem justificada.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais