Angra 1 ficará desligada por quatro meses para troca de geradores

Agência Brasil

RIO - A usina nuclear Angra 1 ficará desligada por mais de quatro meses, a partir de sábado. Segundo a assessoria de imprensa da Eletronuclear, o desligamento da usina será feito com o objetivo de trocar os geradores de vapor, fazer serviços de manutenção e reabastecer Angra 1.

Os geradores de vapor são os equipamentos responsáveis pela produção do vapor que movimenta as turbinas e o gerador de energia elétrica. Os novos geradores são feitos de materiais mais resistentes, o que fará com que as inspeções de segurança rotineiras sejam feitas de forma mais rápida.

No total, foram investidos R$ 724 milhões na aquisição e instalação do equipamento. A previsão é de que Angra 1 retorne ao Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) no dia 6 de junho.

Angra 1 tem capacidade de produzir mais de 650 MW de energia. Em 2007, por exemplo, a usina atendeu, em média, a 8% da demanda de energia do Rio de Janeiro, segundo informações da Eletronuclear.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais