Mãe entrega à polícia suspeito de matar médica em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - A mãe de um dos adolescentes suspeitos de matar a médica Nadir Oyakawa, 53 anos, no dia 12 de dezembro do ano passado, em um assalto na zona oeste de São Paulo, entregou o filho à polícia. Ela levou o jovem de 16 anos, que teria feito os disparos, para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa.

O adolescente foi encaminhado à Fundação Casa. Ele era procurado desde o dia 17 de dezembro. Na noite do crime, uma testemunha telefonou para a PM para denunciar o jovem e mais dois supostos assassinos da médica. Ao deter os suspeitos na região do crime, a PM fez uma foto do grupo, que ajudou no reconhecimento, mas teve de liberá-los por falta de provas.

A médica foi morta após reagir a um assalto. A vítima aguardava dois sobrinhos na frente da casa quando os três assaltantes apontaram uma arma. Testemunhas informaram à polícia que Nadir travou as portas do carro e começou a buzinar, o que teria motivado os tiros que a mataram.