Tarso deve decidir sobre asilo a italiano nesta semana

Portal Terra

SÃO PAULO - O ministro da Justiça, Tarso Genro, deve anunciar, até o fim da semana, se concede ou não refúgio político aoescritor italiano Cesare Battisti, ex-militante do grupo Proletários Armados pelo Comunismo. Se for comprovada a sobrevivência do aparato de repressão em seu país, com consequente risco de morte para ele, Battisti poderá receber asilo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O escritor, preso em Brasília, teve a extradição pedida pelo governo italiano, que alega que ele cometeu quatro homicídios, entre 1977 e 1979, e já foi condenado à prisão perpétua. Em novembro, o Comitê Nacional para os Refugiados rejeitou, por 3 votos a 2, o pedido de asilo de Battisti. Ele recorreu e a decisão cabe ao ministro Tarso Genro.

- Estou procurando me informar sobre que tipo de punição sofreram os aparatos ilegais de repressão que ocorreram na Itália naquele período e que tinham conexão com a máfia e com a CIA - afirmou Tarso ao jornal. - Tenho de saber isso porque, se esses aparatos estão intactos, há risco para Battisti.

Se o ministro conceder o asilo, o italiano poderá viver livremente no Brasil. Caso rejeite o pedido, o Supremo Tribunal Federal (STF) avaliará o caso. O advogado do escitor, o ex-deputado Luiz Eduardo Greenhalgh, disse que o italiano nega os crimes.