PF apreende documento com divisão de verba do TJ-ES

Portal Terra

ESPÍRITO SANTO - A Polícia Federal apreendeu um documento que mostra como uma quadrilha, investigada por envolvimento em um suposto esquema de venda de sentenças no Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJ-ES), pretendia dividir os recursos desviados de um cartório em Cariacica (ES). A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo.

O material foi apreendido com Leandro Sá Fortes, namorado de Roberta Schaider Pimentel, filha do desembargador Frederico Pimentel, que perdeu o cargo após ser preso na operação. De acordo com o Ministério Público Federal e PF, a fraude seria cometida com aval e colaboração dele.

No momento em que a equipe de policiais se aproximou de Fortes, ele rasgou e jogou papéis pela janela. Reconstituído, um dos documentos descreve a divisão do dinheiro que, conforme a investigação, seria obtido com a exploração indevida de um cartório de Cariacica, criado em junho passado.