Lula e bancada do PMDB debatem eleição no Senado semana que vem

REUTERS

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a bancada de senadores do PMDB se reunirão na semana que vem para tratar da eleição para a presidência do Senado, informou nesta terça-feira uma fonte do Palácio do Planalto.

A decisão foi tomada durante a reunião da coordenação política do governo. Atualmente, o Executivo tem apoiado a candidatura do senador Tião Viana (PT-AC). O outro candidato declarado é Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN), que tenta a reeleição.

No entanto, o ex-presidente da República e do Senado José Sarney (PMDB-AP), que vinha dizendo que só seria candidato se seu nome fosse objeto de consenso dos colegas, pode anunciar a sua disposição de retornar à cadeira mais importante do Congresso. Garibaldi já disse que abandonaria a disputa em favor de Sarney se a bancada do PMDB pedisse.

A expectativa era que Lula e Sarney se encontrassem ainda nesta semana. A assessoria de imprensa do senador, no entanto, informou que ele está gripado. Segundo a mesma fonte do Palácio do Planalto, que pediu para não ser identificada, o núcleo político do governo reafirmou que novas medidas serão anunciadas até o fim do mês para combater os efeitos da crise financeira global. Os dois representantes da equipe econômica no colegiado, os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento), estão de férias e não participaram da reunião.

Além do presidente Lula, participaram da reunião o vice-presidente, José Alencar, e os ministros Dilma Rousseff (Casa Civil), José Múcio Monteiro (Relações Institucionais), Luiz Dulci (Secretaria-Geral da Presidência), Franklin Martins (Comunicação Social) e Tarso Genro (Justiça).