Líder: PT não descarta ir ao STF contra candidatura de Garibaldi

Portal Terra

BRASÍLIA - A líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), afirmou nesta segunda-feira que o partido não descarta a possibilidade de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) para barrar a tentativa de reeleição do senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) como presidente do Senado.

Apesar de cogitar a contestação judicial, como devem formalizar nesta segunda-feira PPS, PSDB e DEM, a parlamentar observou que o ideal seria buscar uma solução de consenso em torno do nome do petista Tião Viana ao cargo.

- Não descartamos nenhuma hipótese, mas o mais importante seria termos um clima de conciliação no Senado. Tião (Viana) foi o nome escolhido porque sabíamos que ele tinha trânsito (entre os parlamentares) - declarou Ideli após debater o tema com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e com o líder governista no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR).

- Muito mais eficiente que recorrer ao Judiciário é ter reações e trabalhar por um clima de superação. Não queremos o Senado mais uma vez sub judice - disse a senadora, lembrando que a candidatura de Garibaldi à reeleição está sendo contestada também por partidos de oposição, que têm demonstrado inclinação por apoiar Tião Viana.

- Para nós a candidatura de Tião é irreversível e será vitoriosa - disse.