Governo remanejará R$ 650 milhões entre obras mais adiantadas do PAC

Agência Brasil

BRASÍLIA - O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou nesta segunda-feira que o governo vai remanejar R$ 650 milhões entre obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) previstas no Orçamento de 2008.

- Tiramos recursos de obras que estão com cronograma de execução mais atrasado e deslocamos para outros empreendimentos que estão andando bem e que têm condições de ser executados, inclusive para alguns que não estão no PAC oficialmente - disse, sem citar as obras que perderam ou que receberam recursos.

Outros R$ 680 milhões de custeio também foram remanejados. De acordo com o ministro, os cortes foram feitos em ministérios que não gastariam os recursos até o fim do exercício orçamentário.

- Não criamos despesas extras. Não houve aumento nem diminuição no volume de recursos autorizados, só houve remanejamento - acrescentou. Um dos programas que receberá os recursos remanejados será o Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem), que terá reforço de R$ 90 milhões.