Nos aeroportos, mais atrasos e vôos cancelados no feriado

JB Online

BRASÍLIA - Atrasos e cancelamentos de vôos continuaram a atormentar o brasileiro que foi aos aeroportos hoje, feriado de Natal. As companhias aéreas cancelaram 249 vôos entre a meia-noite e as 20h, segundo relatório da Infraero. A quantidade representou 15% dos 1.665 vôos programados para o dia, que contabilizou também atrasos em 186 decolagens em todo o país.

O maior número de atrasos foi registrado em Belo Horizonte. Dois aeroportos da capital mineira, Pampulha e Tancredo Neves, tiveram, respectivamente, 31 e 19 cancelamentos de vôos, sendo que apenas quatro aviões, das 35 decolagens previstas, conseguiram deixar o aeroporto da Pampulha. No Aeroporto Internacional Tancredo Neves 19 vôos tiveram decolagem cancelada e nove se atrasaram em mais de meia-hora.

No Rio de Janeiro, o Aeroporto Internacional Tom Jobim, no Galeão, registrou 26 atrasos entre os 142 vôos programados, sem cancelamentos. As decolagens chegaram a ser suspensas durante 35 minutos por conta de uma forte tempestade que atingiu a cidade entre 15h50 e 16h25 de ontem. Sem condições de visibilidade, a torre do Santos Dumont passou a operar com auxílio de instrumentos e 25 decolagens foram canceladas entre 73 vôos previstos.

O maior número de atrasos, contudo, se concentrou no Aeroporto Internacional de Brasília, onde 31 dos 144 vôos decolaram depois do horário previsto e nove vôos foram cancelados pelas companhias aéreas. No terminal de Guarulhos, em São Paulo, que vinha registrando grandes atrasos nos últimos dias, provocando efeitos-cascata pelo país, 29 vôos registraram atrasos. Houve 21 cancelamentos em Congonhas.

Empresas

Os passageiros da Gol continuam a enfrentar os maiores problemas neste feriado. A companhia aérea registrou 71 atrasos superiores a meia hora e 62 vôos cancelados ontem. Foi seguida de perto pela TAM, com 63 vôos atrasados e 34 cancelados. Os aviões da Varig, que também têm apresentado dificuldades no cumprimento de horários, registrou 14 atrasos e 21 cancelamentos no feriado de Natal.

Em operação para evitar a repetição do caos instalado nos aeroportos no fim de 2007, as equipes de fiscalização da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) identificaram empresas aéreas que, apesar das longas filas de passageiros, disponibilizaram apenas parte dos guichês de atendimento, sobretudo no aeroporto de Guarulhos (SP). A agência convocou para hoje reunião com a empresa Gol/Varig para analisar possíveis medidas contra os atrasos recorrentes nos vôos das duas companhias, que operam juntas.

O número de atrasos verificados em vôos da companhia levaram o ministro da Defesa, Nelson Jobim, a creditar os problemas enfrentados nos aeroportos neste fim de ano apenas à empresa. Em nota, a agência informa ter notificado a Gol/Varig, recomendando a elevação do número de posições de check-in nos aeroportos do Galeão (RJ), Brasília (DF) e no terminal de Guarulhos (SP). A análise da Anac sobre os problemas da Gol/Varig neste período de fim de ano poderá levar até mesmo ao cancelamento de vôos já autorizados para a companhia , diz o comunicado. Porém, durante os dias que antecedem o Natal e o Ano Novo, a Agência irá preservar o direito do passageiro e manterá os vôos, cobrando mais eficiência da companhia para reduzir atrasos .