Dilma diz que disputar eleições não é convite para dançar

Portal Terra

BRASÍLIA - A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse que concorrer à presidência da República em 2010 é uma possibilidade, mas ainda não está em pauta. Segundo a ministra, disputar as eleições não é 'um convite para dançar'.

Na entrevista, a ministra falou como o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) pode registir à crise financeira internacional. Dilma garantiu que os bancos estão capitalizados e que o Brasil tem vantagem em relação aos outros países por possuir uma estrutura pública de bancos.

Para Dilma, o Brasil tem como tirar vantagem da crise, mantendo competitividade das exportações e apostando no mercado interno. - Não discutimos se a crise vai nos afetar, porque no mundo globalizado é óbvio que ela chega até nós. A discussão é se seremos impotentes diante dela. E eu digo que nós temos bala na agulha para responder - afirmou a ministra.