Sobem para 301 os casos de leptospirose em SC

Portal Terra

SÃO PAULO - Subiu para 301 o número de pessoas contaminadas por leptospirose em decorrência das enchentes que atingiram a região do Vale do Itajaí, em Santa Catarina, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive). A análise anterior, em 19 de dezembro, havia contabilizado 242 ocorrências. Segundo o Dive, há ainda 870 casos em investigação.

De acordo com o departamento, 47 municípios foram atingidos pelas chuvas e, destes, 26 apresentam casos confirmados de leptospirose, até o momento. Entre os contaminados pela doença, 68,4% são homens e 31,6%, mulheres.

Os 301 casos foram confirmados em moradores de Blumenau (88), Itajaí (64), Joinville (21), Gaspar (16), Camboriú (13), Balneário Camboriú (12), Florianópolis (11), Tijucas (11), Jaraguá do Sul (9), Ilhota (7), Itapema (7), São João Batista (6), Santo Amaro da Imperatriz (6), Timbó (4), Navegantes (4), Palhoça (3), Indaial (3), Luiz Alves (3), Itapoá (2), São Francisco do Sul (2), São José (2), Brusque (2) Biguaçu(1), Canelinha (1), Rio dos Cedros (1), Guabiruba (1) e Schroeder (1).

Ainda segundo o Dive, foi registrado no município de Ilhota, na região do morro do Baú, um surto de Doenças Diarréicas Agudas, com, aproximadamente, 78 ocorrências. Os primeiros casos começaram em 6 de dezembro e, de acordo com o departamento, a provável fonte de infecção é o consumo da água de um poço da região, que começou a ser usado após a diminuição das enchentes.