Ministro quer porto de Itajaí recuperado em 6 meses

Agência Brasil

ITAJAÍ - O ministro-chefe da Secretaria Especial de Portos, Pedro Brito, anunciou nesta tarde medidas para a recuperação dos portos do Vale do Itajaí, destruídos pelas enchentes que atingem o Estado de Santa Catarina. Ele afirmou que o governo federal pretende deixar o porto da cidade de Itajaí "impecavelmente recuperado em seis meses". Brito disse que quer dar início às obras de dragagem na semana que vem e ressaltou que não faltará verba para a recuperação do terminal.

As medidas prevêem também obras para proteger os novos berços de futuras enchentes. Segundo o ministro, será feita a recuperação dos berços que foram destruídos e dos armazens comprometidos pelas chuvas. -Vamos fazer a demolição dos armazens e dar início à reconstrução dos berços dentro de um sistema simplificado, pela natureza da emergência. Vamos pedir propostas de preço nessa semana. Essa obra de recuperação dos berços é mais complicada e levará no mínimo seis meses - disse Brito.

O Porto de Itajaí, maior terminal de carga de congelados do país e o segundo em movimentação de containeres, está com suas atividades paralisadas há 12 dias devido às enchentes. A prefeitura de Itajaí estima em US$ 400 milhões o prejuízo até agora.

De acordo com o superintendente do porto, Arnaldo Schmitt Junior, os custos diário com a paralisação são de US$ 35 milhões por dia em média, já que o terminal movimenta em torno de US$ 1 bilhão por mês.