Mendes não fala sobre sentença que condenou Dantas

Portal Terra

BRASÍLIA - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, evitou comentar a condenação do banqueiro Daniel Dantas, sócio-fundador do Banco Opportunity, que foi preso durante a Operação Satiagraha da Polícia Federal. - Não vou emitir juízo de valor sobre isso -disse ele.

Dantas foi condenado hoje pela Justiça Federal a 10 anos de prisão por corrupção ativa, pelo fato de ter tentado subornar um delegado da PF durante a operação. Pelo mesmo crime, o banqueiro também terá que pagar R$ 12 mi, mas poderá recorrer às condenações em liberdade.

Depois de ser preso no dia em que foi deflagrada a operação, Dantas conseguiu liberdade graças a um habeas-corpus concedido pelo STF.