Justiça nega acesso de Dantas a íntegra de inquérito

Portal Terra

SÃO PAULO - O juiz da 7ª Vara Criminal Federal de São Paulo, Ali Mazloum, negou o pedido da defesa de Daniel Dantas para ter acesso à íntegra do inquérito movido contra o delegado federal Protógenes Queiroz, que investigou supostos crimes financeiros cometidos pelo banqueiro. A informação foi divulgada pelo jornal Folha de S.Paulo.

Para o Judiciário, o pedido é uma tentativa da defesa de adiar a decisão do juiz da 6ª Vara Criminal Federal, Fausto Martin De Sanctis, que está prestes a sentenciar o processo em que Dantas é acusado de tentar subornar um agente policial.

Os dois juízes cuidam de desdobramentos diferentes da Satiagraha. No caso de De Sanctis, o foco é Dantas, que responde a um processo em que é acusado de tentar corromper um policial (pronto para sentença) e a um inquérito por supostos crimes financeiros (em fase inicial).

No de Mazloum, o foco é Protógenes, que passou da condição de investigador a investigado após a própria Polícia Federal o vincular a supostos excessos cometidos no caso.