Policiais civis na BA devem parar por 72 horas

Portal Terra

SALVADOR - Policiais civis da Bahia decidiram em assembléia, nesta manhã, que vão paralisar as atividades por 72 horas, nos dias 17, 18 e 19 de novembro. Segundo o Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sindpoc), caso o governo não apresente proposta às reivindicações da classe, haverá mais 72 horas de paralisação nos dias 23, 24 e 25.

O sindicato informou que o prazo que a categoria estabeleceu para que a Lei Orgânica seja votada na Assembléia Legislativa é até o dia 30. Os policiais prometem entrar em greve por tempo indeterminado se a decisão da classe não for acatada.

De acordo com Carlos Lima, presidente do Sindpoc, a hora é de 'radicalizar'. - Contamos com o apoio da Secretaria de Segurança Pública, mas se não contarmos com a colaboração do governo, será necessário radicalizar - afirmou.

Os policiais civis reivindicam ajuste salarial, aprovação da Lei Orgânica, pagamento da Unidade Real de Valor (URV), equipamentos de segurança, como coletes à prova de balas, aposentadoria especial e plano de carreiras, cargos e salários, entre outros benefícios.