Governo quer legalizar até 50 mil estrangeiros

Portal Terra

BRASÍLIA - O Ministério da Justiça prepara para as próximas semanas uma proposta para anistiar todos os estrangeiros que vivem ilegalmente no país, segundo confirmou o secretário-executivo do Ministério, Luiz Paulo Barreto. De acordo com ele, que participou de um debate sobre migração promovido pela Polícia Federal, a idéia é que até o fim do ano entre 40 mil e 50 mil estrangeiros possam ter sua situação regularizada em território nacional.

O principal alvo da medida são chineses e latino-americanos, como argentinos, bolivianos e uruguaios. Apesar de não tratar exatamente como uma contrapartida, o governo trabalha para que os demais países, inspirados na futura legislação brasileira, possam também refletir sobre a situação irregular dos 4 milhões de brasileiros, em especial nos Estados Unidos e no Japão. Questionado, o ministro da Justiça, Tarso Genro, disse que não iria se manifestar sobre o tema hoje.

Ao participar dos debates sobre migração, Luiz Paulo Barreto comentou ainda que o Brasil pode adotar o princípio da reciprocidade caso o Reino Unido decida agora cobrar vistos de brasileiros que pretendem ingressar em seus países.

Considerada como 'um passo atrás', a iniciativa dos britânicos obrigaria, segundo o Ministério da Justiça, o governo do Brasil a também cobrar vistos de ingleses e escoceses que venham ao país.