BA: contaminação em fábrica afeta 1,2 mil funcionários

Portal Terra

SÃO PAULO - Um exame realizado em uma fábrica de calçados em Itapetinga, na Bahia, indicou que a água oferecida aos funcionários estava contaminada com coliformes fecais. Cerca de 1,2 mil empregados podem ter sido contaminados. Alguns teriam sofrido vômitos e dores abdominais.

O laudo final, realizado pelo Laboratório Central (Lacen) da Secretaria da Saúde da Bahia, apontou a presença de crescimento de colônias de coliformes fecais e bactérias na água da fábrica da Azaléia.

Em nota, a assessoria da empresa declarou que fornece, gratuitamente, medicamentos no ambulatório da fábrica e que há estoque o suficiente para tratar todos os contaminados. Além disso, "foi feita desinfecção, adicionalmente à rotineira, de todos os reservatórios de água, bem como a troca dos filtros, de forma preventiva; revisão da rede de esgoto de forma preventiva e disponibilizamos água mineral e copos descartáveis aos colaboradores".