Na TV, Marta ataca e Kassab se defende

Portal Terra

SÃO PAULO - No horário eleitoral desta tarde na TV, os candidatos à prefeitura de São Paulo, Marta Suplicy (PT) e Gilberto Kassab (DEM), voltaram a trocar provocações, desta vez na área da saúde. A petista criticou ações da gestão do democrata, e ele se defendeu.

Marta visitou um hospital público e diz ter encontrado superlotação e improviso no atendimento aos pacientes.

- Vamos mudar essa situação por respeito e solidariedade a todos que trabalham na saúde pública, afirmou.

Inconformada, uma eleitora reclamou que teve uma consulta marcada para janeiro de 2009. Marta aproveitou para alfinetar.

- Os relatos são tantos que é difícil acreditar na propaganda do Kassab.

A candidata prometeu contratar mais médicos, construir três hospitais e criar 31 policlínicas. Por fim, eleitores nas ruas associaram a imagem de Kassab a Celso Pitta e a Fernando Collor.

O democrata usou seu tempo para defender o programa Mãe Paulistana, criticado em uma propaganda de sua adversária. Na inserção, uma mulher tira uma almofada da barriga e questiona a eficácia do projeto que atende gestantes e fornece cuidados médicos a recém-nascidos.

- A roupa que o bebê ganha não é 'pano de pia' como diz a propaganda da Marta, defendeu o locutor de Kassab ao defender o Mãe Paulistana.

O candidato do DEM também se disse o prefeito das creches" e fez promessas ao público feminino nas áreas da saúde e moradia.

- Não fiz nenhuma taxa nova e nem vou fazer. Aliás, acabamos com a taxa de lixo da Marta, disse.