PM confirma que ex-refém voltou para o apartamento

Portal Terra

SÃO PAULO - A Polícia Militar confirmou que a menina que subiu com o irmão de Heloá, 15 anos, feita refém desde as 13h30 de segunda-feira pelo ex-namorado, até a porta do apartamento é Nayara, 15 anos. Ela havia sido libertada na noite desta quarta-feira, após ser mantida por Lindembergue Fernandes Alves, 22 anos, no apartamento por 33 horas.

A menina entrou novamente no apartamento por volta das 9h e, às 12h30, ainda estava no local. O irmão de Heloá chegou a ir até a porta do apartamento onde eles estão para tentar negociar, mas não entrou na residência.

Por volta das 12h, uma camiseta do time de futebol São Paulo Futebol Clube foi colocada na janela do apartamento. Por volta das 12h45, um dos irmãos de Heloá subiu até o apartamento e pegou dois cachorros que estavam na residência. Ele não chegou a entrar no local.

Nesta quinta-feira, o coronel Eduardo José Félix, comandante do Batalhão de Choque da Polícia Militar, afirmou que Lindembergue havia acertado às 14h com os negociadores que colocaria as armas no chão e liberaria Heloá. De acordo com o policial, após aparecer ao vivo na televisão em uma ligação telefônica, ele mudou de idéia e disse que se entregará quando quiser.

Lindembergue chegou ao apartamento, na segunda-feira, quando a ex-namorada estava acompanhada de uma amiga e dois colegas de escola. Eles fariam um trabalho para aula. Todos foram rendidos. Ele libertou Nayara na noite de ontem. Os outros dois adolescentes foram libertados na segunda-feira. O seqüestro teria sido motivado pela recusa de Heloá de reatar o namoro.