SP: bancários decidem amanhã se continuam greve

Portal Terra

SÃO PAULO - Os bancários continuam em greve em São Paulo, Osasco e região até amanhã, quando será realizada uma nova assembléia, a pedido do Tribunal Regional do Trabalho, para decidir se a greve será suspensa em razão da abertura das negociações.

O Tribunal reconheceu que o conflito deve ser resolvido entre as partes, que devem continuar negociando. Em nota, a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), 'considera que a suspensão imediata da greve dos bancários é um importante passo para a retomada das negociações entre as partes e que isso (retomada das negociações) facilitará o esforço de aproximação das propostas'.

A categoria reinvidica aumento real de 5%, além da inflação de 7,15%, valorização dos pisos do auxílio-creche de R$ 415, vale-refeição de R$ 17,50 por dia, além de participação nos lucros e resultados da empresa.

Os bancários rejeitaram proposta dos banqueiros, apresentada no dia 24 de setembro, que previa reajuste de 7,5% e resultado nos lucros menor do que o do ano passado.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais