PF abre inquérito para apurar vazamento sobre Operação Avalanche

Portal Terra

BRASÍLIA - A Polícia Federal, por meio da Superintendência Regional de São Paulo, instaurou um inquérito policial para apurar o suposto vazamento de informações a respeito do mandado de prisão temporária expedido contra o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza. Ele foi preso durante a Operação Avalanche, deflagrada na última sexta-feira.

Segundo a PF, um dia antes da operação, Marcos Valério teria obtido conhecimento sobre o pedido de prisão, o que poderia ter acarretado em uma fuga do empresário. Além de Valério, outras 16 pessoas foram presas na operação, que investiga três núcleos criminosos: o de extorsão, o de fraudes fiscais e o de espionagem.

O pedido de instalação do inquérito policial federal foi feito pelo procurador da República Roberto Antonio Dassié Diana, do Ministério Público de São Paulo. Segundo ele, a publicação de informações protegidas por sigilo, por parte dos meios de comunicação, não é crime. Entretanto, o vazamento, por parte de agentes públicos ou qualquer pessoa que teve contato com as conversas interceptadas por ordem judicial, "é inadmissível".

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais