Morrem Joaquim Monteiro de Carvalho e Gilberto de Andrade Faria

Hildegard Angel, Jornal do Brasil

RIO/BELO HORIZONTE - A sociedade brasileira chora as mortes, nesta quarta-feira, com algumas horas de diferença, de dois empresários que marcaram suas épocas em suas diferentes atividades. Por volta de 9 horas da manhã, morreu Joaquim Monteiro de Carvalho, o Baby, 95 anos, 1º.

Vice-Presidente do Conselho de Administração do Grupo Monteiro Aranha, que por décadas liderou, sempre conjugando a fórmula de sucesso das participações minoritárias, pioneiro da indústria de automóveis no país, sempre apontado como o responsável pela vinda, para o Brasil, Volkswagen, da qual a Monteiro Aranha foi sócia.

Morreu no CTI do Hospital Samaritano, no Rio de Janeiro. Baby há alguns anos padecia de um problema nos joelhos que o obrigava a usar cadeira de rodas.

Mm Belo Horizonte, morreu nesta madrugada, aos 85 anos, no Hospital Mater Dei, por insuficiência respiratória, o banqueiro Gilberto de Andrade Faria, que junto com o irmão Aloysio de Andrade de Faria, herdou o Banco da Lavoura.

Os irmãos tomaram o mesmo rumo, mas em bancos diversos. Gilberto. com o Banco Bandeirantes, Aloysio com o Banco Real. Gilberto deixa viúva Inês Maria Faria, filha de Tancredo Neves e mãe do governador Aécio Neves.