MG: ex-prefeito acusado de forjar doação é multado

Portal Terra

SÃO PAULO - O ex-prefeito e outros dois ex-servidores de Imbé de Minas foram condenados a devolver valores que teriam sido desviados do município em um falsa doação ao hospital local. Segundo o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, eles deverão pagar também multa equivalente a duas vezes o valor de R$ 3,5 mil desviado e a terão os direitos políticos suspensos por cinco anos.

Ainda de acordo com o TJ, a suposta doação, feita em maio de 2000, não recebeu autorização legislativa e não consta nos registros contábeis do hospital, o que indicaria que foi forjada.

O cheque da doação teria sido assinado pelo ex-prefeito, repassada a uma servidora e passado nominalmente ao diretor do Departamento de Saúde da época, que endossou o cheque a outras pessoas envolvidas no suposto esquema, de acordo com a denúncia.