Juíza suspende um dos processos contra Cacciola

Portal Terra

RIO DE JANEIRO - A juíza da 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, Simone Schreiber, atendeu ao pedido da defesa do ex-banqueiro Salvatore Cacciola e do Ministério Público Federal (MPF) e suspendeu o processo em que ele era acusado de gestão temerária de instituição financeira e empréstimo vedado. Também foi suspensa a audiência marcada para hoje com o ex-dono do Banco Marka, preso no presídio Bangu 8, no Rio de Janeiro. A prisão preventiva do ex-banqueiro, no entanto, foi mantida.

A defesa do Cacciola alegava que sua extradição foi aceita pelo principado de Mônaco, sob condição de que ele não fosse processado no Brasil por outros fatos que não aqueles considerados no processo criminal usado como base para a extradição.

Além do processo na 5ª Vara Federal Criminal, Cacciola também responde por gestão fraudulenta na 6ª Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro - que o condenou em 2005; e por emissão de debentures sem lastro, na 2ª Vara Criminal.