Fiscalização no DF apreende 600 quilos de carne bovina

Agência Brasil

BRASÍLIA - Uma operação da Defesa Civil do Distrito Federal com o intuito de fiscalizar o transporte de produtos perigosos, realizada na BR-040 que liga Brasília a Valparaíso (GO), acabou acertando em outro alvo. Em menos de duas horas, os fiscais apreenderam cerca de 600 quilos de carne bovina sem data de validade e 20 caixas de iogurte com a temperatura acima do recomendado nas embalagens. A carne abatida no frigorífico Ponte Alta de Luziânia (GO) seguia para Santa Maria (DF) onde seria comercializada. Os laticínios estavam a 16ºC e o recomendado é 10ºC.

O chefe do Setor de Carnes da Diretoria de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal e Animal (Dipova), Wellington Magalhães, informou que as mercadorias passarão por análise e se impróprias para o consumo serão incineradas.

Realizada nos dois sentidos da rodovia, na altura do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Operação de Controle de Produtos Perigosos contou com a participação de dez órgãos fiscalizadores. Com foco nas cargas perigosas, a blitz inspecionou apenas veículos de cargas.

Segundo o gerente do Setor Produtos Perigoso da Defesa Civil, Ronaldo Vanderlan, o monitoramento das substâncias inflamáveis e tóxicas é importante porque o Distrito Federal não tem um anel viário específico para o transporte de tais produtos.

Ele cita os líquidos inflamáveis, a soda cáustica, a amônia, o cloro e o carvão como os produtos que mais circulam pela Região Centro-Oeste.