TCU pede mais limites para cartões corporativos

Portal Terra

BRASÍLIA - O Tribunal de Contas da União recomendou ao Ministério do Planejamento uma revisão do decreto presidencial que estabeleceu, em fevereiro, um limite de 30% para os saques com cartões corporativos do governo federal. De acordo com o TCU, os saques só devem ser permitidos em situações nas quais não for permitido usar o cartão corporativo para comprar em um estabelecimento.

A recomendação foi feita ontem durante o julgamento de uma representação formulada pelo Ministério Público. O TCU rejeitou uma proposta do MP que pedia a suspensão cautelar do uso dos cartões corporativos do governo federal.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais