Ministério ouve população sobre política de saúde para homossexuais

Agência Brasil

BRASÍLIA - A população vai ter os próximos 30 dias para opinar sobre a Política Nacional de Saúde Integral de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais (GLBTT) proposta pelo Ministério da Saúde.

A Portaria n.º 1.279, publicada na edição desta quinta-feira do Diário Oficial da União, submete à consulta pública as propostas do plano, disponíveis na página da Secretaria de Gestão Participativa do ministério.

Segundo a norma, as críticas e sugestões devem ser fundamentadas e encaminhadas ao e-mail [email protected] ou para o endereço Ministério da Saúde/Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa - Esplanada dos Ministérios, Bloco G, Edifício-Sede, 4º andar, CEP 70058-900, Brasília, DF.