Programa quer capacitar 100 mil professores até o fim do ano

Agência Brasil

BRASÍLIA - Até o fim de 2008, o Programa Nacional de Formação Continuada em Tecnologia Educacional (ProInfo Integrado) vai capacitar cerca de 100 mil professores da rede pública com cursos em tecnologias educacionais oferecidos pelo Ministério da Educação (MEC). A capacitação já começou a ser feita por meio dos encontros regionais de formação de multiplicadores do ProInfo Integrado, explica o secretário de Educação a Distância do MEC, Carlos Eduardo Bielschowsky.

O secretário afirmou que os professores da rede pública estão sendo treinados para utilizar novas tecnologias em sala de aula, incluindo computadores e internet. Para isso, em cada encontro promovido, os professores que receberam as instruções ficam responsáveis por repassar os conhecimentos adquiridos aos outros professores que, por sua vez, devem repassar aos seus núcleos.

- Essa capacitação em rede vai permitir que os professores dinamizem o processo de educação. Isso é importante para tirar o medo de alguns quanto à utilização de novas tecnologias. Além de permitir que os alunos desenvolvam autonomia de pesquisa através de aulas mais dinâmicas - explicou Bielschowsky.

Em Brasília, teve início hoje o 3º Encontro Regional de Formação de Multiplicadores do ProInfo Integrado. Nesta edição, participam cerca de 230 formadores de oito Estados - Amapá, Espírito Santo, Goiás, Pará, Paraíba, Paraná, Sergipe e Tocantins.

De acordo com Bielschowsky, o curso promovido no encontro - tem duração de 180 horas, e é dividido em duas etapas: a primeira, com 40 horas, é o curso de introdução à educação digital, que vai preparar professores e gestores para utilizar computadores e internet. A segunda parte, com 140 horas, vai estimular os professores a planejar e utilizar as tecnologias da informação e comunicação (TICs) em sala de aula.