MP denuncia suspeito de arrastar soldado por 15 quilômetros no MS

Portal Terra

SÃO PAULO - O Ministério Público (MP) de Mato Grosso do Sul denunciou o trabalhador rural Fagner Gonçalves, de 26 anos, por homicídio doloso (com intenção de matar) triplamente qualificado. Segundo as investigações, ele é acusado de atropelar o soldado Leonardo Sales da Silva, de 19 anos, e o arrastar por 15 qulômetros no bairro Parque Lageado, em Campo Grande, no último dia 7.

Segundo a polícia, o acidente aconteceu após uma festa junina. Com o fim da festa, o suspeito teria acelerado a caminhonete, e, de ré, atropelado o soldado, que ficou preso entre o pára-choque e a carroceria.

De acordo com a denúncia do MP, Fagner Gonçalves teria sido alertado da situação da vítima, mas mesmo assim teria persistido em fugir. Segundo as investigações da Polícia Civil, o suspeito teria desprendido o corpo da vítima e novamente empreendido fuga. Ainda de acordo com os policiais, Gonçalves fez manobras arriscadas e havia ingerido bebida alcóolica.