MG: em 24 horas, polícia acha duas mulheres enterradas

Portal Terra

BEELO HORIZONTE - Em menos de 24 horas, a polícia encontrou enterrados dois corpos de mulheres que estavam desaparecidas há pelo menos 15 dias em duas cidades da região metropolitana de Belo Horizonte. O primeiro corpo foi encontrado na noite desta terça-feira no bairro Veneza, em Ribeirão das Neves. Familiares da aposentada Maria das Graças Estêvão, 62 anos, relataram à Polícia Militar que a mulher estava desaparecida desde o último dia 10.

Ontem, uma irmã da aposentada resolveu ir até à casa onde a vítima morava e desconfiou ao avistar uma cerâmica solta no piso da cozinha. Ao escavar o chão da casa, os policiais encontraram o corpo enterrado em um buraco de aproximadamente 2 metros de profundidade. De acordo com o boletim de ocorrência registrado pelos militares do 40º Batalhão, o principal suspeito do crime é o marido da vítima, um homem de 48 anos que teria sumido na mesma data que a mulher e até hoje não foi localizado.

O corpo da aposentada estava em avançado estado de decomposição e foi encaminhado ao IML de Belo Horizonte, onde as causas da morte serão investigadas.

No início da tarde de hoje a polícia da cidade de Pedro Leopoldo encontrou, também enterrado nos fundos de uma loja, o corpo da empregada doméstica Elizabeth Pires de Lima, 31 anos. Ela estava desaparecida desde o dia 13 de junho.

A loja onde a vítima foi enterrada fica ao lado da casa onde ela morava. Elizabeth tem três filhos de 6, 8 e 12 anos de idade, e segundo a família não era casada. Os dois filhos mais novos seriam de um relacionamento mais recente com um homem que seria, segundo a polícia, o suspeito do crime.