Aécio: Ruth renegava cargo de primeira-dama

Portal Terra

SÃO PAULO - O governador de Minas Gerais, Aécio Neves, afirmou que a antropóloga Ruth Cardoso renegava o rótulo de primeira-dama. - Era uma mulher com luz própria, conseguia alegrar ambientes - disse Neves. Aécio foi uma das autoridades presentes na Sala São Paulo, região central da capital paulista, onde o corpo de Ruth é velado desde o fim da manhã.

O deputado federal Fernando Gabeira (PV) também destacou o desconforto que Ruth teria com o cargo de primeira-dama. - Apesar de não gostar, ela exerceu o cargo de forma exemplar - disse. Para Gabeira, a ex-primeira-dama remodelou "o papel do governo no trato das questões sociais".

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra, frisou a admiração que todo o partido tinha "e ainda tem" pela antropóloga. - Foi uma pessoa emblemática - disse.

Um dos depoimentos mais emocionados foi o do deputado Raul Jungmann, que falou da discrição e dignidade com que Ruth assumiu suas tarefas públicas.