Vigilantes bancários decidem manter greve em SP

Portal Terra

SÃO PAULO - Os vigilantes bancários do Estado de São Paulo decidiram manter a greve nesta quarta-feira. A greve começou ontem. O Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região informou que aproximadamente 500 agências bancárias foram fechadas ontem em São Paulo e Osasco por causa da greve.

De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), o movimento na grande maioria das agências bancárias no Estado de São Paulo é normal. A entidade não tem informações sobre agências que não funcionaram.

Segundo o sindicato dos bancários, no início da tarde de ontem, 244 agências do Centro, 204 da região Norte, 24 na região da Avenida Paulista e outras 21 em Osasco e entorno estavam fechadas. A categoria dos vigilantes do Estado de São Paulo pede melhoria nas condições de trabalho e reajuste salarial.

Apesar da greve, a Febraban informou que o pagamento de contas com vencimento hoje deve ser considerado normal. A entidade lembra que os clientes e usuários do sistema bancário podem utilizar a rede de auto-atendimento das próprias agências, caixas eletrônicos externos, próprios ou de redes compartilhadas, serviços telefônicos, rede de correspondentes não-bancários e a internet.