Mulher de delegado seria dona de duas auto-escolas

Portal Terra

SÃO PAULO - Ana Lúcia Máxima Campos, mulher do delegado Juarez Pereira Campos e ex-chefe da Ciretran de Ferraz de Vasconcelosl, seria dona de duas auto-escolas que funcionam na região. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O casal foi preso ontem na Operação Carta Branca, que desarticulou uma quadrilha acusada de emitir carteiras de habilitação falsas. A casa do delegado foi revistada e foram encontrados US$ 5 mil e R$ 2,5 mil, além de escrituras de imóveis. Um computador foi apreendido.

A operação prendeu 21 pessoas. De acordo com o Ministério Público de São Paulo, 1.231 carteiras foram emitidas com falsidade ideológica nos últimos dois anos. Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a quadrilha obtia os documentos de forma fraudulenta, que seriam emitidos sem a realização dos procedimentos regulares. As carteiras de habilitação eram vendidas para outros Estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. O preço, segundo a PRF, variava entre R$ 1,5 mil e R$ 2,2 mil.