Marta e Marinho deixam ministérios para disputar eleições municipais

Agência Brasil

BRASÍLIA - O presidente em exercício José Alencar assinou nesta terça-feira os pedidos de exoneração dos ministros da Previdência, Luiz Marinho, e do Turismo, Marta Suplicy. Os dois deixam os cargos para concorrerem às prefeituras de São Bernardo do Campo (SP) e de São Paulo, respectivamente.

O presidente em exercício não informou o nome dos substitutos. Na quarta-feira, a agenda do presidente Luiz Inácio Lula da Silva prevê audiências a Luiz Marinho e Marta Suplicy.

Marta Suplicy deve disputar a prefeitura da cidade de São Paulo pelo PT. Uma pesquisa do Ibope divulgada nesta terça apontou que a ministra está na frente na disputa, com 30% das intenções de votos, empatada tecnicamente com o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin, com 28%. A pesquisa tem margem de erro de quatro pontos percentuais.

Na tarde desta quarta-feira, Marta Suplicy vai conversar pessoalmente com o presidente Luiz Inácio Lula de Silva e depois deverá conceder entrevista coletiva.

Já Luiz Marinho deixa o cargo para se dedicar à pré-candidatura à prefeitura de São Bernardo do Campo. O nome do deputado José Pimentel (PT-CE) já foi cogitado para substituí-lo.