Feirão da Caixa Econômica deixa mais de 90 mil imóveis à venda

JB Online

FORTALEZA - Mais duas cidades brasileiras receberão o Feirão Caixa da Casa Própria. Depois de São Paulo, Brasília, Recife, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Uberlândia, é a vez do Rio de Janeiro e Fortaleza.

Em Fortaleza, o 4º Feirão CAIXA será de 6 a 8 de junho, no Centro de Negócios do Sebrae. O evento contará com a participação de 35 construtoras e 15 imobiliárias, além de entidades representativas do setor imobiliário. Serão oferecidos mais de 20 mil imóveis, com valor mínimo de R$ 30 mil e máximo de R$ 500 mil.

A expectativa é de que o Feirão de Fortaleza receba um público aproximado de 30 mil pessoas e feche R$ 120 milhões em negócios. A cidade de Fortaleza recebe o Feirão desde a sua primeira edição, realizada em 2005. No ano passado, 18 mil visitantes passaram pelo Feirão, que registrou mais de R$ 94 milhões em negócios.

A próxima cidade a receber o Feirão é Curitiba (PR). O evento será entre os dias 20 e 22 de junho, no Marumby Expo Center. A edição 2008 dos Feirões já movimentou mais de R$ 3 bilhões e 44 mil contratos encaminhados. As primeiras seis cidaddes que realizaram o 4º Feirão bateram o recorde em público e em vendas de todas as edições anteriores.

Foram mais de 350 mil pessoas. Só em São Paulo, foram encaminhados 21,5 mil negócios, totalizando R$ 1,4 bilhão, R$ 100 milhões a mais do que em 2007.

Em Pernambuco, o volume de contratação desta edição do Feirão superou R$ 225,2 milhões. Durantes os três dias, quase 39 mil pessoas visitaram o Centro de Convenções de Recife para realizar o sonho da casa própria. Em comparação com o resultado do ano passado, o crescimento chega a 60%, quando foram negociados R$ 140 milhões.

Brasília recebeu 24 mil pessoas. Foram R$ 422 milhões em negócios e 4.901 imóveis. Destes, 1.939 foram efetivados no próprio evento e 2.962 encaminhados para as agências da região.

A cidade de Porto Alegre registrou 5.123 contratos encaminhados, somando um volume de negócios no valor de R$ 256,2 milhões. O Feirão contou com a participação de 38 construtoras e 49 imobiliárias que ofertaram 17.700 imóveis, sendo 8,7 mil imóveis usados e nove mil imóveis novos e na planta.

Salvador foi outra capital contemplada com o Feirão neste fim de semana. A cidade reuniu 42,5 mil pessoas e movimentou mais de R$ 238 milhões nos três dias de evento, somando os 2024 contratos encaminhados.

Em Belo Horizonte, o Feirão recebeu mais de 45 mil pessoas durante os três dias de evento e movimentou mais de R$ 330,8 milhões em negócios. Do total de negócios realizados, 968 foram efetivados no próprio evento, contabilizando recursos da ordem de R$ 57,8 milhões, e outros 4.350 foram encaminhados, no valor de R$ 273 milhões.

Mais de 13 mil pessoas passaram pelo Feirão de Uberlândia. Durante o evento foram aprovadas 714 cartas de crédito individuais, no valor de R$ 38 milhões. Ao todo, foram disponibilizados 4.739 unidades habitacionais.

O Feirão teve a participação de 14 construtoras e 22 imobiliárias. As negociações envolveram 1.354 imóveis, resultando R$ 106 milhões em negócios. Também foram assinados contratos de vendas de 187 imóveis, no valor de R$ 16 milhões.