Arrozeiros discutem em Brasília leilões de estoques governamentais

Agência Câmara

BRASÍLIA - Representantes do setor arrozeiro e do governo se reuniram nesta quarta-feira, em Brasília, para discutir os leilões de estoques governamentais de arroz,a reunião foi no auditório da sobreloja do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Os arrozeiros pediram a interrupção dos leilões em junho, com o argumento de que nas últimas quatro safras os produtores cultivaram arroz sem lucro. Eles alegam que somente em abril, a cotação do produto superou o custo de produção e o governo federal, por meio de leilões, depreciou o mercado gaúcho de arroz. Os produtores querem melhor distribuição dos pregões e oferta menor de arroz.

Ainda no encontro, serão avaliados os leilões realizados até agora e discutidos os novos padrões de qualidade do produto.

Participam representantes do Instituto Riograndense de Arroz (Irga), da Federarroz e do Ministério da Agricultura, entre outras entidades.