Defesa entrega hoje lista de testemunhas do casal Nardoni

Portal Terra

SÃO PAULO - A defesa do casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá pretende entregar nesta segunda-feira à Justiça a lista de testemunhas de defesa que deverão ser ouvidas durante o processo. O prazo se encerra hoje, três dias úteis após o depoimento de ambos à Justiça. O casal é acusado pela morte de Isabella Nardoni, 5 anos, filha de Alexandre.

Marco Polo Levorin, advogado do casal, afirma que o número de testemunhas ainda não está definido e que a lista deverá ser entregue no decorrer do dia, após finalizada. Nos próximos dias 17 e 18 a Justiça paulista ouve as testemunhas de acusação.

A defesa deverá ser composta principalmente por partentes do casal. O médico-legista George Sanguinetti e a perita criminal Delma Gama também poderão dar o seu testemunho a favor do casal. Ambos fizeram um parecer que descarta que Isabella Nardoni, 5 anos, tenha sofrido asfixia mecânica, ao contrário do que diz o laudo oficial da polícia técnico-científica paulista.

Isabella Nardoni, 5 anos, foi encontrada ferida no dia 29 de março no jardim do prédio onde moram o pai Alexandre Nardoni e a madrasta Anna Carolina Jatobá, na zona norte de São Paulo. Segundo os Bombeiros, a menina chegou a ser socorrida e levada ao Pronto-Socorro da Santa Casa, mas não resistiu aos ferimentos e morreu por volta da 0h.

O inquérito policial apontou que ela foi agredida, asfixiada e jogada do sexto andar do edifício. No dia 18 de abril, Alexandre e Anna Carolina foram indiciados por homicídio doloso, triplamente qualificado.

No dia 6 de maio, o promotor Francisco Cembranelli denunciou e pediu a prisão preventiva do casal, aceita pela Justiça. Alexandre está preso na Penitenciária Dr. José Augusto Salgado (P-2), em Tremembé (SP), e Anna Carolina, na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, também em Tremembé.