Caso Isabella: Sanguinetti vê erros em laudos

Portal Terra

SÃO PAULO - O vereador e médico legista George Sanguinetti (PV) afirmou que viu erros nos laudos periciais sobre a morte da menina Isabella Nardoni, 5 anos. Sanguinetti, que ficou conhecido por sua atuação na investigação da morte de Paulo César Farias, aceitou o convite da defesa do pai e da madrasta da menina para analisar laudos oficiais apresentados pela perícia.

Segundo informações da rádio Jovem Pan, após a revisão dos documentos, o legista alagoano de 63 anos produzirá um parecer médico. Sem dar detalhes, ele afirmou ter constatado pontos em que haveria a necessidade de "correções".

O especialista disse que pretende atuar independentemente do trabalho dos advogados de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá. O médico ressaltou que seu parecer produzirá documentos de interesse para a defesa do casal, Ministério Público e Justiça.

O inquérito policial apontou que Isabella foi agredida, asfixiada e jogada do sexto andar do edifício.

No dia 18 de abril, Alexandre e Anna Carolina foram indiciados por homicídio doloso, triplamente qualificado. No dia 6 de maio, o promotor Francisco Cembranelli denunciou e pediu a prisão preventiva do casal, aceita pela Justiça.

Alexandre está preso na Penitenciária Dr. José Augusto Salgado (P-2), em Tremembé (SP), e Anna Carolina, na Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, também em Tremembé.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade.
Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
Saiba mais